top of page
  • Espaço Amo

OSTEOPOROSE: PILATES COMO REABILITAÇÃO!

Atualizado: 12 de jan. de 2021



A osteoporose é uma doença que leva à perda de massa óssea e deixa os ossos mais frágeis.


Uma queda ou até mesmo um leve impacto pode levar a uma fratura, e os ossos mais acometidos são quadril, punho e coluna, sendo a fratura do colo do fêmur um dos problemas mais comuns nos indivíduos idosos que sofrem de osteoporose.

Usado de forma terapêutica os exercícios do Método Pilates, são um forte aliado na prevenção e na melhorar da osteoporose.


O uso das molas que apresenta uma carga progressiva ajuda a aumentar a massa óssea, o fortalecimento muscular, o alinhamento da postura a manutenção da ADM das articulações e essencial para pessoas com osteoporose.


A osteoporose é mais comum em pessoas da terceira idade, e nestes casos é preciso evitar exercícios de alto impacto que pode levar a uma fratura.


O Pilates é uma ótima opção e não apresenta nenhuma contraindicação para a patologia, além da segurança e benefícios como melhora do equilíbrio, da coordenação, da concentração e do ganho de força muscular.

Causas e Fatores de Risco

A osteoporose pode ocorrer tanto no homem quanto na mulher, e as fraturas podem ocorrer devido ao aumento das seguintes condições clínicas:

· Alcoolismo

· Tabagismo

· Inatividade – Sedentarismo

· Má nutrição

· Baixa ingestão de cálcio

· Dieta com alta ingestão de fibras

· Dieta com alta ingestão de fosfatos

· Dieta com alta ingestão de proteínas

É muito importante avaliar o histórico do paciente tais como se realizou alguma cirurgia, uso de medicamentos como corticoides, anticonvulsivantes, para tireoide, antiácidos e heparina ou doenças concomitantes.


A osteoporose é doença que pode evoluir durante muitos anos sem ocorrer qualquer sintoma, uma doença assintomática, a não ser que ocorra uma fratura. Como já dissemos, as fraturas mais comuns na osteoporose são as seguintes:


· Compressão vertebral

· Punho

· Arcos costais

· Quadril

· Fêmur na extremidade proximal

· Bacia

· Úmero




Método Pilates aplicado à Osteoporose


Pilates afirma em seu livro que Contrologia é o controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo.


A correta utilização e aplicação dos mais importantes princípios das forças que se aplicam a cada um dos ossos do esqueleto, com o completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo.


E o total entendimento dos princípios de equilíbrio e gravidade aplicados a cada movimento, no estado ativo, em repouso e dormindo, por isso podemos afirmar que o Pilates e recomendando para a osteoporose (PILATES, 2010, PANELLI, 2006).

Em uma sessão de Pilates é preciso trabalhar os princípios para ajudar no alcance dos objetivos, e no caso da osteoporose eles podem fazer toda a diferença no tratamento.


O controle é a base de todos os princípios do Pilates, e apreender a controlar os movimentos é um desafio para os praticantes. O uso correto do corpo e o domínio dos movimentos ajuda o paciente melhorar a coordenação motora, evitado o uso de musculaturas inadequada, garantindo a segurança na execução dos movimentos.


A concentração é o que garante a perda do demais princípios, e o maior recrutamento de fibras musculares, evitando a sobrecarga e movimentos errados, a mente está sempre presente e as escolhas são conscientes.


A centralização ou Power House é a alma do Pilates.

Eles estão presentes em algumas culturas orientais, e Joseph Pilates dizia que o centro do corpo é quem comanda todas as nossas ações, e os músculos que constituem o Power House são:

1. Reto Abdominal

2. Oblíquo Interno e o Externo

3. Transverso do Abdômen

4. Eretores da Coluna

5. Extensores e Flexores do Quadril

6. Juntamente com os Músculos que compõe o Períneo


Quer saber mais?

Agende uma aula experimental gratuita!

Para acompanhar mais dicas do Espaço Amo, siga-nos em nosso Instagram. https://bit.ly/33sx9g9

By Espaço Amo


26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page